Perguntas Frequentes

As principais dúvidas técnicas esclarecidas tintim por tintim
Produtos e Aplicações

Tudo o que há de melhor em produtos à base de silicone você encontra aqui.
Curiosidade

Quais as vantagens dos diversos tipos de silicone?

Melhoram a qualidade de vida; Permitem inovação; Agilizam as manufaturas; Elevam a produtividade; Contribuem para o crescimento industrial e
Preservam o meio ambiente.
Em breve nossoPortfolio ficará ainda maior. Aguarde!

A grande experiência no segmento de borracha de silicone ajudou a Polisil a mapear as principais dúvidas técnicas de seus clientes.
Este levantamento completo você confere abaixo e ainda assim pode manifestar outras dúvidas pelo e-mail: contato@polisil-silicones.com.br


1-Qual o tempo ideal de desmolde de uma borracha de silicone?
No momento em que a borracha se solta do molde sem grande esforço mecânico e sem ser danificada.

2-Como conservar os moldes de silicone?
Após o tempo de cura, os moldes devem ser guardados em embalagens plásticas e protegidos do pó.

3-É possível reaproveitar um molde rasgado?
Sim, os moldes podem ser reparados por borrachas catalisadas por estanho ou por selantes de silicone acético ou neutro.

4-O que acontece com a borracha se houver um erro na dosagem do catalisador?
O ideal é seguir a catálise indicada pelo fabricante do silicone.  O excesso pode significar borracha dura e quebradiça.  Já a falta de catalisador tende a não curar a borracha e deixá-la pegajosa.

5-Como calcular a densidade da borracha?
Basta pesar um volume definido da borracha e dividir o peso obtido (em gramas) pelo volume (em ml).

6-Posso utilizar qualquer catalisador na borracha?
O ideal é seguir a orientação do fabricante da borracha, tanto para o tipo de catalisador quanto a sua dosagem.

7-Quais as cores de borracha disponíveis?
A variedade de cores de borracha de silicone é infinita, pois o silicone tem compatibilidade com a maioria dos corantes orgânicos e inorgânicos.

8-Qual o tempo de cura total da borracha?
Em média sete dias para o processo em borrachas catalisadas por estanho (considerando temperatura de cerca de 25 graus centígrados e umidade relativa de 50%). Lembre-se que cura é o tempo para que todas as reações químicas residuais da borracha se completem.

9-Como saber se trabalho com a borracha certa?
É necessário avaliar os graus técnicos desejados de dureza, elasticidade, resistência mecânica etc.

10-É possível misturar borrachas?
Sim, desde que as borrachas apresentem o mesmo tipo de cura. Por exemplo: cura por estanho – borrachas deste tipo podem ser misturadas em qualquer proporção desde que bem homogeneizadas antes e após a mistura. Atenção apenas para a dosagem do catalisador!

11-Qual o melhor produto para conservar a matriz?
O ideal é não aplicar produtos químicos na matriz e sim mantê-la protegida de sujeira, pó, gordura etc.

12-Posso usar um catalisador antigo na borracha nova?
Não é indicado. Para saber se o catalisador está antigo faça um teste prévio, afinal o catalisador se modifica com o tempo e esta alteração pode provocar mudanças nas propriedades finais da borracha.

13-A temperatura influencia a cura da borracha?
Sim, quanto maior a temperatura, mais rápida a cura e vice-versa dentro de certos limites.

14-Qual a dosagem certa de catalisador para 1 kg de borracha?
A dosagem certa é a indicada pelo fabricante.

 

Home    |    A Empresa    |    Produtos e Aplicações    |    Perguntas Frequentes    |    Notícias    |    Fale Conosco
Copyright © Polisil, 2009   |   Criação e Produção Editorial by Entrelinhas   |   Site by KRC Design   |   Mapa do Site